Cabanhas Santa Tereza, Touro Passo e Santa Angélica vencem o Supremacia Genética 2021

A Cabanha Santa Angélica, de Pedras Altas (RS), foi a vencedora nos machos do prêmio Supremacia Genética da raça Hereford em 2021. A propriedade sobressaiu com o touro Greene Wisdom 6129, de tatuagem 6129, destaque da geração 2019 com Índice Final de 34,16. Entre as fêmeas, o destaque foi para a Cabanha Touro Passo, de Uruguaiana (RS), criadora do animal Topass 3G Maragata 114, de tatuagem 3795, destaque da geração 2019 com Índice Final de 33,84. Na raça Braford, a Cabanha Santa Tereza, de Arambaré (RS), foi o grande destaque nos machos e fêmeas. Nos touros, a propriedade venceu com o animal Santa Tereza O3766, de tatuagem O3766, destaque da geração 2019 com Índice Final de 41,46. Nos ventres, o destaque foi para o exemplar Santa Tereza O3831, de tatuagem O3831, destaque da geração 2019 com Índice Final de 44,1. O Supremacia Genética é concedido pela Associação Nacional de Criadores Herd-Book Collares (ANC). O resultado, que leva em conta o desempenho atingido por propriedades inscritas no Promebo e atuantes no melhoramento genético de seus rebanhos, foi anunciado em live de lançamento dos Sumários 2021/2022 na terça-feira (29/06).

Durante o encontro virtual, que reuniu criadores de diferentes raças, a ANC apresentou os sumários impressos 2021/2022. O projeto é capitaneado pelo Programa de Melhoramento de Bovinos de Carne (Promebo) com apoio da Embrapa. Neste ano, pela primeira vez, além de informações sobre os touros, o Sumário também trouxe informações sobre as fêmeas jovens. “É uma forma de valorizar o melhoramento genético como um todo”, explicou a superintendente de Registro da ANC, Silvia Freitas, mediadora da noite de prêmios.

A live completa com as apresentações técnicas e entrega de prêmios pode ser conferida no Canal de YouTube da ANC no link: https://www.youtube.com/watch?v=6qf2HrMU34E 


Voltar