ANC divulga nota de alerta sobre reconhecimento de novo status sanitário

A Instrução Normativa 52 reconhece o Rio Grande do Sul como zona livre de febre aftosa sem vacinação e impõe uma nova e perigosa situação aos rebanhos do Sul do Brasil. Frente à decisão tomada pelo poder público, a Associação Nacional de Criadores Herd Book Collares (ANC) vem alertar:

 ·       Para assegurar a integridade dos rebanhos e a manutenção do valor genético de anos de seleção, criadores precisarão redobrar os cuidados sanitários e, inclusive, o trânsito de pessoas nas propriedades, principalmente em áreas de fronteira com Uruguai, Argentina e Paraguai.

 ·       Caberá ao poder público e aos sistemas de vigilância estadual e federal controlar com eficiência o trânsito de animais vivos e cargas a fim de evitar a circulação do vírus proveniente de outras regiões do Brasil e de países da América Latina dentro do Rio Grande do Sul.

 ·       A responsabilidade pelos prejuízos causados por um eventual foco da doença no Rio Grande do Sul deverá ser integralmente assumida pelo Poder Público, incluindo a garantia de reembolso por eventual rifle sanitário em caso de os fundos existentes para esse fim mostrarem-se insuficientes.

 ·       Em caso de abate sanitário, rebanhos de valor genético diferenciado e reprodutores de alto desempenho deverão ser reembolsados como tal e não pelo preço do boi, fato que já representaria perda irreparável a selecionadores e à própria evolução das raças.

Pelotas, 12 de agosto de 2020

Ignacio Tellechea

Presidente

Voltar